Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul – Fundação Ezute

Concepção e implantação de um Modelo de Governança e Apoio à Gestão Integrada, como suporte ao programa de reestruturação do TCE-MS

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul tem como missão fiscalizar e julgar atos administrativos dos Poderes do Estado e dos Municípios e as ações que envolvam a gestão dos recursos e busca, conforme as definições de seu Planejamento Estratégico, ser conhecido e reconhecido como órgão indispensável na fiscalização e no controle da gestão dos recursos públicos, tomando como orientações as seguintes premissas no âmbito de sua organização administrativa e institucional:

 

  • Proatividade: agir no sentido de orientar preventivamente os jurisdicionados para identificar as prioridades nas ações e alcançar os resultados pretendidos;
  • Transparência: dar publicidade dos resultados e das atividades do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, de forma aberta, clara e em tempo oportuno;
  • Ética: agir com integridade, honestidade e probidade para a preservação dos interesses institucionais e dos princípios que regem a Administração Pública;
  • Competência: ter conhecimento e domínio das atividades que desempenha, aprimorando continuamente seus conhecimentos, habilidades técnicas e não técnicas e os padrões de desempenho de suas atividades, mantendo-se alinhado às melhores práticas de gestão;
  • Comprometimento: agir de acordo com as normas legais e constitucionais e atuar com foco na missão, na visão e nos objetivos estratégicos do TCE-MS.

 

Neste sentido, o TCE-MS definiu como prioridade a implantação de ações para o aprimoramento de seus trabalhos por meio do Projeto de Modernização da Gestão, que envolveu principalmente a implementação de soluções voltadas para a digitalização de todo o processo de controle externo, integração dos sistemas, processos eletrônicos para a instauração e consultas de processos administrativos, melhoria nos controles internos, disponibilização de dados e informações em tempo real, incluindo também, os atos normativos e regulamentações, as melhorias de processos operacionais de negócio, a modernização da infraestrutura tecnológica de suporte aos processos de negócios, compondo o Projeto de Reestruturação administrativa e institucional, em prol do aumento da eficiência e efetividade das ações do TCE-MS.

Este Projeto de Reestruturação Organizacional exigiu, além da melhoria dos processos e tecnologia, a atenção dos principais envolvidos e, principalmente, das lideranças das áreas de negócios contempladas pela solução, com intuito de delimitar o escopo, definir as diretrizes e regras, facilitar a gestão da mudança e o controle dos riscos envolvidos até que o novo ambiente pudesse ser considerado estabilizado para a operação segura e confiável.

Diante de tais desafios, foi fundamental o foco no estabelecimento claro dos papéis e responsabilidades, do grau de envolvimento dos principais atores, das práticas e sistemáticas necessárias e a atenção especial nos impactos relacionados ao comportamento do fator humano nos processos de mudança organizacional, para que a implementação da reestruturação atendesse os princípios da eficiência e autonomia, durante e após implantação.

Para cumprir estes objetivos e expectativas e transformar em realidade a Reestruturação, o TCE-MS contratou serviços técnicos especializados para a concepção e implantação dos Modelos de Governança e Gestão Integrada, como suporte ao programa de Modernização do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul.

Conheça os detalhes do projeto