Aplicação de Systems Engineering

Podemos considerar que o conceito de “systems engineering” é fundamentado sobre três pilares: as ciências físicas, que envolvem a matéria e a energia; a ciência organizacional e social, que trata aspectos humanos, comportamentais, econômicos e organizacionais; e a ciência da informação e conhecimento, derivados dos dois primeiros. Aplicá-la significa atuar com uma visão holística sobre as necessidades, os sistemas e o ambiente onde estão inseridos, ou seja, aplicar o pensamento sistêmico.

No Brasil, a Fundação Ezute faz de systems engineering um importante instrumento na trajetória para a autonomia tecnológica e para a soberania brasileira. Somos, inclusive, a primeira organização brasileira a se filiar ao INCOSE – International Council on Systems Engineering.

 

Na nossa visão, este conceito deve ser aplicado para atender às NECESSIDADES HUMANAS, apoiando o GOVERNO e aprimorando ORGANIZAÇÕES.

Assim, agimos como eixo da TRÍPLICE HÉLICE que promove a sinergia entre:

 

O pensamento sistêmico é aplicado à organização do conhecimento multidisciplinar e transformado em SOLUÇÕES que visam melhorar a PRODUTIVIDADE no governo ou no setor privado.