Jogos Olímpicos Rio 2016 – Ministério do Esporte

Um projeto complexo como o de uma olimpíada requer uma gestão impecável. O Brasil precisou se preparar para atender às exigências do Comitê Olímpico da Rio 2016 e confederações internacionais na execução do mega projeto Rio 2016.

 

A parceria da Fundação Ezute com o Ministério do Esporte teve início em 2011, quando foi colocado em execução um amplo projeto de gestão.

 

O objetivo era garantir que as instalações, principalmente dos complexos esportivos localizados em Deodoro e na Barra da Tijuca (bairros do Rio de Janeiro) fossem concluídas de acordo com o planejamento.

 

A Fundação Ezute apoiou diretamente o Ministério do Esporte por meio do programa de gestão. O apoio da Fundação Ezute visou garantir a conformidade com orçamento, prazos, requisitos olímpicos e parâmetros legais.

 

Neste projeto, foram analisados mais de 10.000 requisitos olímpicos e processos foram monitorados em 35 instalações. Cada uma delas teve processos e planejamentos distintos e sobrepostos, além de um cronograma unificado e gerenciamento de riscos relacionado.
A Fundação Ezute desenvolveu o Guia de Monitoramento de Projetos e Obras, uma ferramenta de roteiro e checklist. Nele constavam diretrizes para todas as etapas (Administrativa, Institucional, Orçamentária e Técnica) e processos (Abertura, Planejamento, Licitação, Análise Orçamentária e Técnica) do programa.

Foi criada, ainda, uma Plataforma de Gestão Integrada – importante legado para o Ministério do Esporte. Reúne todo ciclo de desenvolvimento de cada instalação. Possui mecanismos para gestão de pontos críticos, cronogramas, requisitos e também painéis estratégicos, apresentando-se como um instrumento para o apoio à tomada de decisão.

A Plataforma também atua como repositório, catalogado e indexado, de toda a documentação sobre cada uma das instalações de responsabilidade do Ministério do Esporte, o que torna mais dinâmico o atendimento aos órgãos de controle externo e interno da administração da pública.


MINISTÉRIO DO ESPORTE – JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016

O Brasil realizou o maior evento esportivo do Planeta. E não há como negar o enorme sucesso dos Jogos Rio 2016, que ultrapassou a marca de 6 milhões de ingressos vendidos para a disputa da Olimpíada. Por sua vez, o total de espectadores nas competições do evento gêmeo, a Paralimpíadas, passou de 2 milhões.

Consciente da sua responsabilidade como protagonista na feitura da competição em si, o Ministério do Esporte buscou a Fundação Ezute para a gestão de projeto. Desde o início dessa colaboração, foi estabelecido um modelo de governança, que contemplou três eixos fundamentais: instalações, operação e materiais e equipamentos. No cerne do trabalho, o monitoramento integrado e simultâneo de todas as ações se expressou num resumo executivo semanal, peça-chave utilizada pelo Ministério do Esporte para a tomada de decisões e permanente atualização das informações sobre os Jogos Olímpicos para Presidência da República.