Fundação Ezute apresenta soluções para melhoria do gasto público em congresso de gestão pública

Organização leva suas experiências no setor público para evento que será realizado de 5 a 7 de julho, em Brasília

A Fundação Ezute vai participar do X Congresso Consad de Gestão Pública, organizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração, que acontece esta semana, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

A organização vai disponibilizar para os participantes do evento informações sobre soluções para melhoria do gasto público através de programas desenvolvidos nas áreas de gestão patrimonial, saúde, educação e ganhos de escala com centralização de processos.  “O objetivo é apoiar o poder público no diagnóstico e concepção de soluções que garantam eficiência e eficácia na gestão, proporcionando transparência, otimização dos custos, aumento de arrecadação, desenvolvimento econômico e melhor tempo de resposta às demandas da sociedade, buscando sempre a melhoria da qualidade de vida da população”, explica Marcello Palha, diretor do segmento civil da Ezute. Entre os cases que estarão disponíveis no estande da Fundação, destaca-se a solução de melhoria de processos para gestão de patrimônio do estado de São Paulo.

Para reforçar a atuação civil e ampliar o trabalho na gestão da qualidade do gasto, a Fundação Ezute integrou à sua equipe a socióloga e especialista em inovação para o setor público, Florência Ferrer. Mestre, Phd e doutora em gestão pública, Florência será uma das responsáveis por projetos desse tema agregando a experiência de grandes soluções desenvolvidas para a reformulação de políticas públicas e trabalhos passados em organizações internacionais, como OEA, BID e Banco Mundial.

A organização também vai destacar como criar programas de Parcerias Público-Privadas desde a implantação da estrutura para viabilizar o processo de PPPs, até sua modelagem e aplicação em cidades e estados. “A Fundação pode oferecer um trabalho completo que organiza a instituição pública para iniciar uma PPP, além de possuir a experiência de diagnóstico, análise, busca e implantação de soluções, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida local, tendo como base um estudo financeiro robusto que justifique a implantação de cada projeto, em diversas áreas”, ressalta Marcello.

O X Congresso Consad de Gestão Pública terá, além da área de exposição, painéis e plenárias para discutir temas como estimativa de preços em compras públicas, custos dos trâmites públicos para a sociedade, nova forma de gestão, controle social e dilemas e desafios da burocracia.