Na essência

Origem

Assim como a própria instituição, os princípios e valores que conduzem a atuação da Ezute têm origem na Fundação criada em 1997 para ser a integradora do projeto brasileiro de vigilância da Amazônia (Sivam/Sipam) – que construiu seu reconhecimento como referência brasileira em tecnologias críticas (aquelas consideradas cruciais numa determinada missão) pela atuação no segmento de defesa e no uso dual dessa tecnologia para outras organizações do governo. A iniciativa surgiu da visão estratégica do governo em consolidar a soberania e a autonomia tecnológica do País.

O nome Ezute é uma criação que remete à memória sonora das palavras êxito e resultado, buscando traduzir também conceitos como atitude, decisão, execução e exultação. A escolha de um nome que não consta dos dicionários justifica-se pelo fato de representar um processo em construção, que transcende experiências anteriores e aponta para o futuro.

No logo da Ezute, figuras geométricas estilizadas formam o mapa do Brasil e representam os princípios essenciais de atuação, como visão de futuro, valorização das parcerias, compromisso com a sustentabilidade e a solidariedade e conhecimento compartilhado.
Origem